Mai
25

0


“Estava a falar com a minha filha Inês: na primeira manifestação em que participei tinha sensivelmente a idade dela. Foi há 30 anos, relacionada com a poluição de uma fábrica que existia em Matosinhos. E foi a própria escola que organizou.  [A discussão sobre as faltas injustificadas] espelha aquilo que são, de facto, as prioridades e vai um pouco ao encontro de todo um conjunto de dinâmicas que já estão instaladas. O
Ler mais...

Mai
25

0


Os jovens estiveram nas ruas de várias cidades do país, nesta sexta-feira, 24 de Maio, em luta por respostas políticas em relação ao estado de emergência climática. Mas, nas escolas, poucos foram os que sentiram a sua mobilização. Apenas duas escolas de Lisboa dizem ter tido faltas “massivas” de alunos por causa do protesto. O calendário do protesto não terá ajudado à adesão – como, de resto, já antecipavam os directores durante esta
Ler mais...

Mai
25

0


O Tribunal Constitucional (TC) é a última esperança dos sindicatos dos professores para garantir que o diploma do Governo, que consagra menos de três anos de tempo de serviço dos mais de nove reclamados pelos docentes, pode ser travado. Para isso, os professores estão a ser aconselhados a suscitar a sua possível inconstitucionalidade em acções individuais que intentem conta o Estado. Em estudo, está também uma queixa ao Provedor de Justiça. Os pedidos
Ler mais...

Mai
25

0


O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, elogiou esta sexta-feira a greve climática estudantil, mas salientou que “quem faz greve também é penalizado por isso”, numa alusão às faltas marcadas a quem não foi às aulas. Em declarações à Lusa em Viana do Castelo, o ministro lembrou que há “regras do jogo”, mas vaticinou que, com “bom senso”, se “arranjarão instrumentos” para que nenhum dos estudantes que participou na greve saia “efectivamente lesado”. “Como
Ler mais...

Mai
24

0


“Acho que os jovens, sobretudo, têm que alertar. A nível individual podemos contribuir um bocadinho, mas o nosso papel é sobretudo alertar a sociedade política, para que o clima seja um ponto na agenda de toda a gente. Esta já era uma preocupação minha enquanto mãe. Temos um ATL pequenino, com 17 crianças — estão aqui 15, inclusivamente com pais que vieram acompanhar e estão mobilizados para o tema. Começámos a alertar para algumas coisas
Ler mais...

Mai
24

0


“Chamo-me Ana Matos, tenho 41 anos e vivo em Paço de Arcos. Os meus filhos estão na Escola Sueca — porque o meu marido é sueco — e sou professora universitária no Instituto Superior Técnico. Sou uma dos quatro organizadores do movimento Parents for Future em Portugal, que começou há menos de um mês. Desde adolescente que me preocupo com questões ambientais. No passado já fiz parte da Quercus e, neste momento, sou membro da Zero. Este
Ler mais...

Página 1 de 1.12312345102030...Antigas »