Mai
9

0


A seguir à Matemática, é no Inglês que os alunos do 2.º ciclo de escolaridade mais têm negativas e portanto mais chumbam, revelam os dados divulgados nesta segunda-feira pela Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) relativos ao ano 2014/2015. Nessa altura, a maioria dos alunos do 2.º ciclo já tinha tido contacto anterior com o Inglês no âmbito das Actividades de Enriquecimento Curricular, ministradas no 1.º ciclo de escolaridade. No 5.º ano, a percentagem de negativas a
Ler mais...

Mai
8

0


Matemática e Inglês são as disciplinas com piores desempenhos no 2.º ciclo de escolaridade, revela um estudo da Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) divulgado nesta segunda-feira. Pela primeira vez este estudo centra-se nas classificações internas atribuídas pelos professores aos seus alunos. Geralmente os estudos de desempenho têm na base os resultados da avaliação externa, seja na forma de exames ou de provas de aferição. Segundo a
Ler mais...

Mai
7

0


Nas últimas semanas, o país foi surpreendido com um jogo que pode levar os que aderem ao suicídio, é a última etapa do jogo, antes disso as propostas passam pela automutilação. É o jogo Baleia Azul e tem tido aderentes que vão parar ao hospital. Paralelamente há uma série para jovens e adolescentes, com produção executiva da ex-estrela da Disney Selena Gómez, que também gira em torno do suicídio de uma adolescente e
Ler mais...

Mai
7

0


Valentim, 7 anos, diz que está ali “para aprender a ficar mais alegre”. A alegria foi um dos sentimentos que estavam a trabalhar na aula a partir de um pequeno vídeo de animação. Da alegria foram até ao orgulho. “Sinto orgulho quando sinto que vou conseguir”, define Valentim, que dirá depois ao PÚBLICO que a “atitude” de que “gosta mais” é a paciência. “Às vezes fico impaciente porque o meu mano mais novo está sempre a interromper-me e
Ler mais...

Mai
6

0


O parlamento debate esta sexta-feira o modelo de autonomia e gestão das escolas, com o PSD a defender o regime em vigor, mas com um reforço dos poderes do director, do conselho geral e do conselho pedagógico. “O nosso projecto de lei é, à partida, uma afirmação clara de que o actual modelo é democrático e alcançou resultados muito positivos, nomeadamente naquilo que é fundamental, que é o sucesso dos nossos alunos”, disse à agência Lusa o deputado Amadeu
Ler mais...

Mai
6

0


O acordo relativo ao ensino da língua portuguesa no Luxemburgo, assinado no passado dia 5 de Abril, na presença dos primeiros-ministros português e luxemburguês, António Costa e Xavier Bettel, significa um passo importante no reforço do ensino do português no Luxemburgo. Não podemos ignorar a progressiva diminuição da oferta dos cursos integrados de português, em grande parte por decisão das comunas que têm a responsabilidade do ensino básico.
Ler mais...