Fev
19

0


O grupo parlamentar do CDS/PP quer que o ministro da Educação, Nuno Crato, esclareça quais os “critérios que conduziram à fixação das vagas” no concurso extraordinário para a entrada no quadro de professores contratados, actualmente em curso. Para este concurso foram abertas apenas 603 vagas, deixando assim de fora milhares de docentes que estão a contrato há mais de três anos. Num documento enviado na semana passada a Crato, os deputados do CDS explicam
Ler mais...

Fev
19

0


A presidente da Associação Europeia das Universidades (EUA, da sigla inglesa para European University Association), Helena Nazaré, defendeu esta terça-feira “a saída do FMI de Portugal” e a renegociação de algumas condições do acordo realizado com a troika. A presidente da EUA, entidade que elaborou um relatório sobre o ensino superior português apresentado em Lisboa, esta terça-feira, alertou para o perigo da continuação dos cortes orçamentais na área da educaçã
Ler mais...

Fev
18

0


Está de regresso à escola o professor, de 56 anos, que o Tribunal de Seia condenou por enviar pornografia a três alunas de 12 e 13 anos. Conserta material informático, numa sala de acesso controlado, sem contacto com alunos. A notícia do regresso ao Agrupamento de Escolas Guilherme Correia de Carvalho do professor condenado em 2012 a quatro anos e meio de prisão, com pena suspensa, e a dez anos de inibição de ensinar foi avançada pela SIC. O
Ler mais...

Fev
18

0


Os deputados do Bloco de Esquerda (BE) apresentaram um projecto de lei no Parlamento que estabelece que, no próximo ano lectivo, nenhum estudante do ensino superior deve pagar propinas. A crise económica que afecta o país e o impacto que está a ter no decréscimo do número de estudantes nas universidades e politécnicos são apontadas como justificações para a medida. O mesmo documento propõe uma amnistia pelo não-pagamento das propinas
Ler mais...

Fev
18

0


Dirigentes da Fenprof garantiram nesta segunda-feira que só abandonarão as instalações do Ministério da Educação em Lisboa, onde estão concentrados desde as 11h, até ter uma resposta para o pedido de reunião com o ministro Nuno Crato efectuado em Dezembro. A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) dirigiu-se esta manhã às instalações do Ministério da Educação e Ciência, na Estrada das Laranjeiras, em Lisboa, para colocar uma faixa negra. A
Ler mais...

Fev
17

0


Precariedade laboral dos professores, empobrecimento dos currículos, mega-agrupamentos e cortes nas escolas estão na base dos protestos que decorrem até sexta-feira. A frase “Professores de luto em luta pela profissão e pela defesa da escola pública” invade esta segunda-feira milhares de escolas inscrita em cartazes, faixas, lenços, autocolantes. A semana de luto promovida pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof) dura até sexta-feira e, como adiantou ao PÚBLICO Mário Nogueira, daquela estrutura sindical,
Ler mais...