Jun
4

0


A Federação Nacional da Educação (FNE) quer que o Governo estabeleça um calendário “claro” com orientações precisas sobre as opções que os professores podem escolher para pedir a recuperação do tempo de serviço congelado. “Os docentes têm direito a saber em que condições é que a contabilização do tempo de serviço lhes é assegurada”, disse o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, numa conferência de imprensa
Ler mais...

Jun
3

0


A queda do número de alunos já chegou ao ensino secundário, que nos últimos anos tinha de conseguido escapar a este fenómeno devido ao aumento da escolaridade obrigatória, que passou de nove para 12 anos. Os dados preliminares relativos a 2017/2018 divulgados nesta segunda-feira pela Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) dão conta de uma redução de cerca de sete mil alunos por comparação ao ano lectivo anterior. O
Ler mais...

Jun
3

0


Quando falamos sobre inteligência artificial e sobre a utilização de dados para nos apoiar no processo decisório, uma das maiores vantagens que nos apresentam é a sua neutralidade. Os humanos têm preconceitos e enviesamentos, fragilidades da carne: sabemos, por exemplo, que os juízes são mais duros a partir de meio da manhã e até à hora do almoço [1] e que podem ter preconceitos raciais ou de género [2]. Os algoritmos serão impermeáveis a
Ler mais...

Jun
3

0


A avaliação dos docentes é uma das áreas onde as universidades e politécnicos têm maior autonomia. Cada instituição produz o seu próprio regulamento – que é publicado em Diário da República e tem que passar por um período prévio de discussão pública e negociação com os sindicatos, por exemplo. Continuar a ler Autor: PÚBLICO – Educação          
Ler mais...

Jun
3

0


O mês de julho é o mês da primeira fase de candidaturas ao ensino superior, a que se segue em agosto e setembro, as segundas e terceiras fases, respectivamente. Esta é talvez uma das decisões mais importantes da vida de um jovem de 17 ou 18 anos e da sua família. A escolha não é uma escolha livre. As restrições orçamentais, o percurso anterior e os exames efetuados com sucesso e as suas classificações limitam-na. Mas, dentro
Ler mais...

Jun
3

0


Se alguém, em qualquer ponto do mundo, quiser começar a aprender português, já tem uma ferramenta desenvolvida em Portugal e disponível exclusivamente online. O Meu Português, assim se chama o curso, nasceu de uma parceria entre a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) e a Distance Learning Consulting (DLC), empresa fundada em 1998 para dar resposta a um projecto da Universidade Católica Portuguesa. Continuar a ler Autor: PÚBLICO – Educação   &
Ler mais...