Jul
4

0


O momento de inspiração surgiu em 2005, após uma conversa com Bill Clinton e o actor Chevy Chase, durante uma angariação de fundos para a biblioteca do ex-presidente dos Estados Unidos. Em Maio deste ano, o director executivo e fundador do Charitybuzz, Coppy Holzman, lançou o serviço de concierge “Do Good Dream Big”, que permite que os licitantes personalizem as suas experiências com celebridades.

“Percebi que, combinando a minha experiência em comércio online com o poder de ícones da cultura pop, poderia ser capaz de criar uma maneira fácil para as organizações sem fins lucrativos arrecadarem fundos”, disse ao PÚBLICO Holzman, via email.

Apostou num primeiro leilão de caridade que revertia para a organização ambiental do actor Chevy Chase e, tendo em conta os 250 mil dólares angariados em apenas duas semanas, percebeu que a ideia tinha potencial.

Actualmente, o projecto colabora com mais de 1000 organizações sem fins lucrativos, tendo ultrapassado a fasquia dos 65 milhões de euros angariados para caridade.

No site, há produtos para todos os gostos distribuídos por diversas áreas. Música, desporto, moda, viagens, entretenimento, comida, beleza e bem-estar, negócios, marchandising e celebridades, a que suscita mais curiosidade. Os utilizadores podem ainda procurar experiências em função das instituições que pretendem ajudar.

É da estreita colaboração entre a equipa do Charitybuzz e as organizações sem fins lucrativos que nascem as ideias para os leilões, visando “gerar mais consciência para a importância das instituições de caridade e superar as metas estipuladas para a captação de recursos”, explica o director executivo.

As propostas do site têm resultado e atraído utilizadores dispostos a gastar quantias avultadas. A regra é simples: no fim do leilão, quem paga mais, ganha e ajuda mais.

Um jantar para seis pessoas com Sarah Jessica Parker, a protagonista da série “The Sex and the City” (O sexo e a cidade), num restaurante nova-iorquino, com direito a uma carteira e um par de sapatos autografados, já rendeu 30.000 dólares e o site prevê que se alcance o dobro deste valor até ao encerramento do leilão.

A partir de 7500 dólares, os amantes do cinema podem ter atenção exclusiva do realizador David Lynch que, durante 45 minutos, se oferece para rever um guião. Conhecer o pugilista Muhammad Ali e assistir à cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos, em Londres, pode custar no mínimo 20.000 dólares. Há também quem esteja disposto a gastar 10.200 dólares para acompanhar um dia de Lady Gaga em tournée e assistir ao concerto em lugares especiais.

De todo o dinheiro angariado nos leilões organizados, 80% é entregue directamente às organizações em causa, sem qualquer custo para estas. “No fim de cada leilão, o Charitybuzz fica com 20% dos fundos para cobrir os custos operacionais e os serviços, que incluem a gestão do leilão, as campanhas de marketing e promoções”, explica Holzman.

Caso os licitantes não encontrem nenhuma ideia passível de concretizar um dos seus desejos, basta enviarem para a equipa do Charitybuzz a sugestão exacta do sonho que gostariam de realizar e “a equipa que presta o serviço vai fazer o seu melhor para o conseguir”, assegura o fundador do projecto.




Deixe o seu comentário