Ago
17

0


A Universidade do Porto é considerada a melhor das portuguesas, encontrando-se entre as 400 melhores do mundo, enquanto a Universidade Técnica de Lisboa e a Universidade de Lisboa se situam entre as 400 e as 500 melhores.

Estes dados constam do Academic Ranking of World Universities (ARWU) 2012, da Universidade de Jiaotong, de Xangai, na China, hoje divulgado.

No topo da lista está a Universidade de Harvard, seguida de Stanford e, em terceiro lugar, do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Os primeiros 100 lugares da tabela são predominantemente ocupados por universidades norte-americanas, que têm quase a exclusividade dos primeiros 19 lugares do ranking.

As excepções são a Universidade de Cambridge, situada em 5.º lugar, e a Universidade de Oxford, no 10.º posto.

A Universidade do Porto aparece entre as 301 e 400 melhores instituições, enquanto as universidades técnica e clássica de Lisboa surgem entre as 401 e 500 melhores.

A partir da centésima posição, as universidades estão listadas de cem em cem, por ordem alfabética, desconhecendo-se o lugar exacto que ocupam.

As estatísticas por país mostram que, num total de 43 países, Portugal se encontra em 23.º lugar – a par da Irlanda, da Arábia Saudita e da África do Sul -, no número de universidades representadas no ranking das 500 melhores, com um total de três universidades.

Dos países representados, 22 têm mais do que três universidades seleccionadas, mas 17 têm duas ou menos instituições na lista das 500 melhores.

O ranking de Xangai é feito com base em quatro critérios: qualidade da educação (os alunos que foram prémios Nobel ou ganharam medalhas Fields), qualidade da instituição (professores e investigadores com prémios Nobel ou medalhas Fields), resultados da investigação (artigos publicados nas revistas Nature e Science e artigos citados) e dimensão (rácio de performance académica).

No total, o ARWU tem actualmente seleccionadas mais de 1.200 universidades, mas apenas as 500 melhores são publicadas na Internet.

O ranking de Xangai e o Times Higher Education World University Rankings, do Reino Unido, são considerados de referência.




Deixe o seu comentário